DEMÓNIOS POR SEFARAD - Um romance de terra e fogo, poder e mar (Novo)

Demónios por Sefarad

Os pilares centrais da narrativa, interpretada por personagens riquíssimas, são a última fase da Reconquista Cristã que levou à queda de Granada e à expulsão dos muçulmanos da Península através do Édito de Alhambra, as Descobertas, a criação da Inquisição na cidade de Sevilha em 1478 e a centralização do poder real que esteve na origem da criação dos primeiros Estados Modernos.
Figuras como Isabel Sacramento e Levy, frei Francisco Sacramento e Ruth interpretam os amores mais sentidos. Viagens por caminhos esconsos e perigosos, equívocos, mortes, suspense, mistério. Em torno do grande senhor, Tito Flávio Sacramento, as personagens movem-se, envolvidas numa teia de cumplicidades e perigos, fugindo à escatologia das fogueiras que se acendiam no Prado de São Sebastião em Sevilha.
A descrição do primeiro auto-de-fé, que teve lugar a 6 de fevereiro de 1481, na sequência de uma conjura contra os hebreus, constitui indelével presença. Apesar de, atualmente, se conhecerem os martírios da Santa Inquisição, muito continua envolto nas brumas da história quanto aos primeiros tempos.
Marca ainda presença a peste negra que, no mesmo ano de 1481, se abateu sobre a terra Hispalense contribuindo com a Inquisição para que tenha sido um ano terrível para a cidade e as suas gentes.
Figuras históricas como os reis católicos, Fernando e Isabel, D. Afonso V, D. João II e D. Manuel I, aqueles reis de Espanha e estes de Portugal, homens como Isaac Abravanel dos maiores humanistas do século XV, marcam presença sem esquecer do lado da Igreja, o martelo dos hereges, Tomás de Torquemada, os papas Sisto IV e Alexandre VI.
A cidade de Sevilha e a vila de Aquae Flaviae constituem ponto de união, servindo esta de refúgio às personagens centrais que acolheu com hospitalidade no âmbito da diáspora judaica.

“A cidade de Sevilha e a vila de Aquae Flaviae constituem ponto de união, servindo esta de refúgio às personagens centrais que acolheu com hospitalidade no âmbito da diáspora judaica.”
– Ernesto Areias


Categoria do Livro: Romance.